Ensemble Mensurable

Ensemble Mensurable

ensemble_marvao_edO Ensemble Mensurable tem como objectivo primordial a divulgação da polifonia vocal dos séculos XVI e XVII. O nome do grupo advém da segunda obra publicada pelo teórico espanhol (activo em Évora e Coimbra entre 1528 e 1548) Mateus d’Aranda (c.1495-1548), o Tratado de Canto Mensurable, impresso em Lisboa por German Galhard em 1535. Este foi o primeiro livro do género a ser impresso em Portugal. Mensurable (do lat.mensurabilis), advém do tratado do século XIII Ars Cantus Mensurabilis, de Franco de Colónia, e foi utilizado pelos musicólogos no século XIX para designar o sistema que usava figuras individuais para “medir” durações. Este sistema permaneceu em uso até ao século XVII, diluindo-se no sistema de notação moderno.

O Ensemble Mensurable apresenta dois programas distintos que abrangem as duas visões para com a música vocal durante o século XVI e primeira metade do século XVII. O primeiro programa incide sobre a polifonia sacra feita em Portugal durante esse período centrando-se na Missa Sancta Maria de Duarte Lobo, uma obra praticamente desconhecida, tendo sido transcrita propositadamente para este agrupamento e que estará (tal como as restantes obras sacras) disponível nas Edições mpmp (www.mpmp.pt). O segundo programa incide sobre a música profana, com ênfase em dois géneros – o madrigal e a chanson – percorrendo as variantes destes dois géneros no espaço europeu.

O Ensemble Mensurable colabora, a partir de Janeiro de 2013, com o mpmp – Movimento Patrimonial pela Música Portuguesa.

Ensemble Mensurable
Superius: Raquel Gama
Altus: Sandra Chorão
Tenor: Luís Henriques
Bassus: João Almeida

Blog | Facebook

 

Comments are closed.